obrigado pela sua visita

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Nem sempre percebemos, mas a verdade é que no nosso dia a dia convivemos com uma variedade muito grande de textos.

Ao sairmos às ruas nos deparamos com cartazes, painéis, panfletos. Em casa, assistimos a telejornais ou lemos jornais de nossa cidade, conversamos com nossos amigos pela Internet, consultamos o manual de instrução para manusearmos um brinquedo novo, e outros mais.
O mais importante de tudo isso é sabermos que não importa qual seja o tipo de texto, todos eles possuem uma finalidade, um objetivo.
Como por exemplo: o jornal serve para nos informar sobre os acontecimentos ligados à sociedade; o e-mail é uma fonte de contato que estabelecemos com amigos e familiares; o manual de instrução nos orienta sobre a maneira correta de utilizarmos um aparelho eletrônico, um videogame; o cartaz nos informa sobre o filme que está em exibição; o panfleto nos estimula a conhecer um novo produto vendido em uma loja; entre outras finalidades.
Então, essa variedade de textos que conhecemos denomina-se de “gêneros textuais”, pois cada um possui uma importância para nós. E o mais importante: Possuem características próprias quanto à linguagem e quanto à forma que os compõem.
Por exemplo, um anúncio possui uma linguagem com o objetivo de convencer, de estimular a compra de um determinado produto; uma reportagem é geralmente feita por uma linguagem clara, tentando fazer com que o leitor entenda perfeitamente o que se trata; uma receita de bolo nos ensina passo a passo sobre como realizar a tarefa.
O e-mail já possui uma linguagem reduzida, pois temos a oportunidade de conversar com várias pessoas ao mesmo tempo. 
Como você pôde perceber, há uma infinidade de textos, e eles se classificam de acordo com a sua finalidade. À medida que vamos ampliando nosso contato com a leitura, torna-se mais fácil identificá-los.
Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Escola Kids

Nenhum comentário:

Postar um comentário